own..

own..
Say a Little Prayer for You by Aretha Franklin on Grooveshark

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Penelopes

 Bom dia, dia azul!! Começar o dia com exclamações atrai fortuna, amor e disposição. Dessa forma o meu dia é mais azul e o dia azul é mais bonito. Encontre sua cor, é melhor viver assim! Claro que um dia azul combina mais com areia branca, água verde clarinho e raios naturais amarelos. De onde Toquinho tirou as outras cores pra formar a Aquarela? Já sei, de Ipanema!

Não tenho muita disposição de manhã. Acordo com uma preguiça gigante. Seja para trabalhar, fazer as unhas (coisas da ...), correr ou viajar, a preguiça é a mesma. Depois passa. Tudo passa, né? E obviamente, acordar cedo é melhor, o dia útil fica mais longo e podemos fazer as coisas que o horário comercial não nos permite mais. Não posso, no horário comercial, ir ao supermercado, faço isso à noite. Não posso, no horário comercial, ir ao salão, faço isso aos sábados. Não posso, no horário comercial, ir ao banco, pago as contas pela internet. Não posso à noite ir ao cinema, porque estou no supermercado. Não posso aos sábados ir ao clube, porque estou no salão. Não posso no horário comercial atualizar o blog, porque estou pagando contas... Vida corrida e sem privilégios de quem não tem pedras preciosas no sobrenome...

Essa semana me sugeriram um tema: mulher no volante. Complicado não é? Não as mulheres dirigindo, mas o tema é polêmico. O bordão "Só pode ser mulher", só perde para "Êh lá em casa". O fato é que não faz tanto tempo que as mulheres dirigem. Meu pai, por exemplo, aos 18 já sabia dirigir e seu trabalho dependia da carteira B, inclusive. Já minha mãe, conseguiu a liberação oficial do Estado para guiar veículos em vias públicas já cruzando a barreira dos 35 anos. A análise é simples, o homem nesse caso, tem muito mais experiência que a mulher e por isso obtêm melhores resultados. Não tem nada a ver com sexo, cor do cabelo ou preferência musical. É experiência pura e simples. E não dá pra discordar da capacidade feminina e da habilidade em fazer várias coisas ao mesmo tempo. Dirigem, checam o batom, acarinham o filho, mandam mensagens e ainda observam os entregadores de pizza. Um absurdo as multas por essas ações! As mulheres conseguem!!

Já ouvi algumas vezes representantes dos seres (que se acham) superiores se enganarem ao xingar um motorista por alguma barbeiragem cometida. Ouve-se logo "Êh Dona Maria...", mas ao cruzar o carro do barbeiro, vê-se um Seu João. Força do hábito errado, certo?
Mas que a loucura seja perdoada, pois quem me encomendou o texto foi... uma mulher. Muito baixinha e invocada por sinal. Mas que dirige bem. Mal de família...

Beijos rosa e azul...

2 comentários:

Laura de Oliveira disse...

Tirei carteira há míseros 4 anos. Eu sou péssima motorista. Mas, se eu fosse homem, também seria. Eu dirijo mal porque sou lesa.

hahaha

BjO :)

R. Zoni disse...

Hehehe
Esse calor acompanhado da agua verde clarinha realmente deixa o espíto calmo, mas esse calor na city já não é legal, sem ar ainda no forninho do meu quarto pior, e bem pior fica quando tento entrar em uma via e deparo com uma motorista que se acha esperta e acha que concorrer espaço no trânsito é sinônimo de sucesso na vida. Fala sério!!Pq nunca me deixam entrar my God...