own..

own..
Say a Little Prayer for You by Aretha Franklin on Grooveshark

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

O que é o que é... Dois pontinhos no Vaticano?

Ho-ho-ho!

Papai Noel esteve na sua casa? Não?! Nem na minha... Imagina a correria do bom velinho! Mas em tempos modernos o Natal não é feito só de papai e quem esteve na minha ceia bem vestida e com o saco vermelho nas costas foi a Mamãe Noel. Minha criança que até ano passado não conseguia encarar o abraço no velhinho, ficou em êxtase ao ver a espécie descendo a rampa (já que seu trenó ficou estacionado lááá em cima), correu ao seu encontro e deu-lhe um abraço. Deveria ser demorado tamanha espera, mas apressamos os cumprimentos antes da frase 7.1: "Já não te conheço de algum lugar?". E a Mamãe tirou do grande saco o presente exato tal qual pedido na Guia de Solicitação de Presentes Imaginários.
Ela foi legalzona e para deixar os adultos felizes (e ofuscar os olhos curiosos das crianças do século XXI) jogou balas aos ventos e só então tocou o sininho improvisado seguindo rumo ao trenó, pois as renas preguiçosas não foram buscá-la.

As mulheres chiaram tanto e clamaram por igualdade de direito, que nesse ano Mamãe Noel perdeu a Missa do Galo!

Mas isso não aconteceu na Washington´s House. Sabidos que são, fixaram os olhos em frente à grande TV de 29 para encontrar um milagre. Tio Washington, Tia Su e Patty alternaram as piscadas de olhos para não perderem a cena do Cláudio e Carla no Vaticano. Tal qual o Joey em suas aparições nas grandes séries de TV... Mas não deu. Eles não foram filmados, tal qual o Joey em suas aparições nas grandes séries de TV... Assistiram toda a missa, amém, mas nada de “Filma eu Galvão!”.

Não gosto muito de Natal. Acho que o clima de festa transforma-se em um peso quando entra a palavra Natal. Posso estar enganada, mas esse é um sentimento comum. Dia desses uma amiga querendo dizer que tinha uma família unida e divertida emendou: “Para se ter uma ideia, o Natal lá em casa dura até as 4 da manhã!”. Ela usou esse argumento porque sabe que pode diferenciar a família dela das demais, pois normalmente o Natal não dura nada além do necessário... É uma grande festa, gastamos fortunas nos shoppings centers, arriscamos a vida nas estradas e avenidas das grandes cidades só para dizer ’Feliz Natal’ pra nossa família. Estamos ali, mas torcendo para sairmos dali. Eu tenho uma família muito unida. Mas nossos natais não duram até as 4 da manhã. Qualquer festinha é desculpa para esperar o sol nascer ou um almoço pode facilmente se estender até as 6 da tarde, mas no Natal...

E por isso vou esticar ao máximo a doçura da chegada da Família Noel na minha casa. Tá certo que não teve mais conversa com o Marcelo depois da passagem das renas, mas a alegria dele foi para mim suficiente para agüentar o sono. Esse ano minha família foi médio-legal: ficamos até as 2. E a sua? O réveillon vou passar em família e não espero nenhum clima de natal...

Para quem ainda tem dúvida do que vestir na hora da virada segue um guia:

Branco:
Traz paz, calma, ordem, simplicidade, harmonia e estimula os sentidos. Significa inocência e pureza. Cor tradicional do ano novo.

Dourado: Traz sorte e riqueza. Cor para quem quer ganhar dinheiro.

Rosa: É a cor da feminilidade, da afeição e do romantismo. Deve ser usada por quem quer viver um grande amor.

Verde: Traz vitalidade e confiança. Tem efeito calmante, relaxante e está ligado à harmonia e equilíbrio. É também a cor da fertilidade e da esperança.

Amarelo: É a cor da prosperidade. Estimula o otimismo, a criatividade, a inteligência e é a cor ideal para quem quer trazer alegria para seus dias.

Laranja: Significa movimento e espontaneidade. A cor estimula a sensação de calor e alegria, trazendo ótimas vibrações e disposição.

Azul: Representa serenidade, tranquilidade e segurança. Cor ideal para quem quer calma e confiança.

Vermelho: Significa amor, elegância e requinte. Funciona como estimulante e melhora o ânimo de quem usa. Ideal para as pessoas que desejam viver a vida intensamente.

Preto: Silêncio, elegância, luto. Não é aconselhável o uso durante o Réveillon.
Roxo: Atrai nobreza e poder para sua vida.

Cinza: Cor da incerteza. Não fica bem o uso no réveillon para quem quer algo de fato para o ano que se inicia. A cor na versão prata acrescenta glamour.
Marrom: Por ser a cor da terra, remete à solidez, indica segurança em todos os ramos da vida.
Eu desejo a todos um 2010 colorido!!

Beijos.

Um comentário:

Laura Friche de Oliveira disse...

Ah! Mas eu amei esTe post!!!

Dri, até que eu tô gostando mais de Natal, a medida em que a festa é pra criança Samuel kkkk

E, nesse ano, felizmente, tivemos a sorte de ficar em Brasiliosa então fomos só 3, comendo, vendo tv e DORMINDO na hora em que quisessemos, livres da MALEDETA social!

Adori!!

Agora o Ano Novo foi em família e eu tb morro de preguicinha desse evento. Mas, fazer o quê?

Bjo e muita, muita alegria, e muita cor, em 2010!!!


PS: Dri, tô pra postar no meu blog, mas vou deixar registrado aqui: em 2009 as minhas 4 blogueiras prediletas me mandaram emails!!!! Você, A Cris Guerra do Hoje vou assim, A Ana Carol do Hoje vou assim off e a Ana Paula, do colorida vida. Fiquei toda boba!!! ADOREI!!! :D

Bjo