own..

own..
Say a Little Prayer for You by Aretha Franklin on Grooveshark

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

CIRCLE

Hola!
...
A Clara fez 4 anos! Naquela data, Marcelo completou 4 anos e 19 dias. Lembro-me como se fosse ontem. Eu estava passando Carnaval no sítio com um bebê recém nascido, com dúvidas de sobra (e outras coisas mais) quando o Jaca ligou avisando que a Clara tinha nascido. Fomos visitar aquela coisinha miúda que tinha na boca uma chupeta rosa (ortodôntica...) que tampava todo o seu rosto. E na última sexta a mesma miúda das chupetas estava brincando de ser mamãe do João Pedro, o segundo filho do Netinho. Isso sem falar no ensaio para ser minha nora. Quando chegamos à escola do Marcelo hoje a professora estava ansiosa para saber como tinha sido a festa de aniversário da namorada na semana passada... A notícia já se espalhou! Será que teremos mesmo esse destino?

Conheci o Jaca no colégio e logo ficamos amigos. Sabia do interesse dele por uma morena alta e esguia com pernas longas de siriema (calma!), de temperamento alegre, mas se fazia de difícil. Aí, um dia soube quem era. Não ficamos amigas assim de repente. Fomos nos aproximar anos depois na primeira coincidência de nossas vidas. Depois de inúmeros finais de semana no Albergue, indo e voltando com o "Perfeito" ao volante, reunimos intimidade suficiente para trocar nossos mais íntimos segredos. Conversávamos, cada uma em sua casa, dentro de nossos armários para despistar os pais. Escrevemos cartas juntas para o namorado dela. A Fernanda tinha essa bobagem de achar que só porque eu e o Renato temos o mesmo signo, eu o conhecia bem. Era mais uma desculpa que tínhamos para engrossar a conta da Telemig.

Acho que não fui uma noiva neurótica, a Fê fez esse papel pra mim. Lembro-me dela dizendo que estava aflita com a chegada do meu casamento, pois as semanas seguintes seriam sem graça, a festa já haveria passado e com ela as emoções que estávamos nos preparando e tal...

Quando anunciei que estava esperando um filho, ela ficou como todos os amigos, feliz com a notícia e preocupada como o bebê tinha aguentado a festa do Dipa uns dias antes da descoberta da gravidez. Lembram da quebradeira? Marcelo é bravo mesmo! E aí loguinho depois ela me ligou para dizer que achava que estava grávida. Como assim? Ela e o Renato estavam terminados... E ela me acalmou: "É que a avó dele morreu e sabe né... ficou sensível e sozinho e...". E disse ainda que se a gravidez se confirmasse, eles teriam que homenagear o cupido de alguma maneira. Nove, digo, oito prematuros meses depois, nascia Clara Passos Demichelli Bosco que carrega no sobrenome a homenagem à vovó que deu origem à série.

E uma amizade que podia nem ter vingado, trouxe já aos meus trinta e poucos anos, Clara, minha possível nora.

Nós Andamos Iguais. E nostalgias à parte...

Beijo.


2 comentários:

disse...

LER ISSO ME FEZ EMOCIONAR, ALIÁS, CHORAR MUITO...
RELEMBRAR CADA MOMENTO COMO SE FOSSE ONTEM E TER A CERTEZA DE QUE AINDA TEREMOS MUITAS HISTÓRIAS PARA CONTAR ME DÁ UMA ALEGRIA ENORME!!!
PODE SER QUE TEREMOS NETOS JUNTAS (PUTA MERDA, QUE DISPUTA!!! AINDA BEM QUE ELES SÃO MAIS AGARRADOS COM A MÃE DA MÃE), MAS O QUE MAIS IMPORTA É A AMIZADE.
LEMBRAR DA CARINHA DA CLARA OUVINDO O QUE VOCÊ ESCREVEU NO CARTÃO E PEDINDO PARA REPETIR FOI TÃO LINDO QUE FEZ ATÉ A TIA LINA CHORAR QUANDO CONTEI O FATO.
E É ISSO,ESSE ELO, QUE ME FAZ TER CERTEZA DA NOSSA AMIZADE.
MUITAS VEZES PODEMOS NÃO FALAR A MESMA LÍNGUA, TEMOS ÉPOCA DE IMPACIÊNCIA UMA COM A OUTRA, MAS NADA ESTREMECE E,A HORA QUE MAIS PRECISAMOS ESTAMOS ALI,JUNTAS, CHORANDO OU SORRINDO(GARGALHANDO ÀS VEZES. LEMBRA DO CASO DO SAPATO?);BRIGANDO OU DISCUTINDO; CONCORDANDO OU DISCORDANDO...
GRAÇAS A DEUS TIVEMOS FILHOS LINDOS E ISSO CONTRIBUIU BEM PARA AFINAR A CONTA DE TELEFONE,PORÉM CONFESSO QUE,DE VEZ EM QUANDO,ME DÁ VONTADE DE VOLTAR AO TEMPO E REVIVER ESTES MOMENTOS QUE NÃO VOLTAM MAIS...
ENFIM, VOCÊ SABE O TAMANHO DO MEU AMOR POR VOCÊ, DO QUANTO TORÇO PELA SUA(SUAS)FELICIDADE E DO QUANTO TENHO A AGRADECER PELA SUA AMIZADE.
NÓS ANDAMOS IGUAIS.
E NOSTALGIAS À PARTE...

Renata Zoni disse...

My God!!
Não me contive com tanto mel escorrendo desse blog... que lindo!!
Que bom que teve a história do sapato pra dar um chega pra la na lágrima que insistia em pular do meu olho!!
E além dos papos no armário, tinham também as frases que eram soletradas pq a irmã mais nova aqui não sabia ler.. até que um dia ela aprendeu e cortou o barato de vocês!! Hahaha
Excelente exemplo de amizade vcs tem hj a oportunidade de passar para os filhos de vocês... e namorados... e pais do seus netos... Calma! Sem terror! Ainda estão novinhas!! hehe
Beijossssssssssss